Edifícios Esquecidos no J—A

Procuramos propostas

Esquecido é o espaço onde o J—A mostra edifícios que estão esquecidos, seja porque ficaram abandonados ou por estarem profundamente transformados. Privilegiaremos edifícios fora dos grandes centros urbanos nacionais, bem como edifícios de autores portugueses fora de Portugal. Se tem uma proposta de um edifício Esquecido que mereça ser conhecido poderá enviar-nos para ja@ordemdosarquitectos.pt uma breve descrição, com imagens e desenhos, nome do autor, data e local e entraremos em contacto.

© João M. Pereira

Os Pavilhões do Parque

João M. Pereira

Arquitecto: Rodrigo Maria Berquó

Ano: 1893

Local: Parque D. Carlos I, Caldas da Rainha

Estalagem da Serreta

Rita Borges

Arquitecto: João Correia Rebelo

Ano: 1969

Local: freguesia da Serreta, concelho de Angra do Heroísmo, Ilha Terceira, arquipélago dos Açores, Portugal

© Pedro Silva

Cine–Teatro e Salão de Festas Dr. Morgado

Pedro Manuel Silva

Arquitectos: Carlos Duarte e José Lamas

Design de Equipamento: Daciano da Costa

Ano: 1981 (projecto) 1983 (conclusão)

Local: Avenida dos Descobrimentos, Oliveira de Frades, Portugal

© Luca Martinucci

Radix

J—A

Arquitectos: Francisco e Manuel Aires Mateus

Ano: 2012

Local: Docas do Arsenale, Veneza, Itália

Legend

Lisboscópio / Albergue da Liberdade

J—A

Arquitecto: Pancho Guedes

Ano: 2008

Local: VLisboa, Torres Vedras

© Luís Torgal

Pavilhão de Portugal da Exposição Universal de Sevilha’92

J—A

Arquitectos: Manuel Graça Dias + Egas José Vieira

Ano: 1989 (concurso) 1992 (conclusão)

Local: Calle Isaac Newton, Isla de la Cartuxa, Sevilha, Espanha